#aula03

 Hoje estivémos a falar com os professores Pedro e Ivo acerca da estrutura do projecto a nível gráfico o que foi muito bom para a equipa detectar eventuais confrontos das ideias com a realidade.

 

Foi-nos proposto que fizéssemos um protótipo de baixa fidelidade do projecto. Escolhemos a aplicação móvel na sua versão horizontal (para iPad e site Web) já que assim juntava-se logo duas partes fundamentais do projecto, a parte móvel e a parte Web.

 

Antes de falarmos com os professores desenhámos então alguns ecrãs no modo horizontal:

 

Os ecrãs iniciais, o de login e o ecrã principal que vai conter o logótipo da rede, uma área de localização (para o utilizador saber que área o dispositivo está a reconhecer), título da obra do dia, a obra (ou parte resumida) do dia, a visualização de quem está na rede à mesma hora e local e um área com a foto, descrição e status do utilizador.

 

A página de login

 

Rabiscos da página principal

 

A página principal com mais detalhe

 

À esquerda, mostra-se o que aparece quando a pessoa seleciona a opção de escolher um status. Ao centro, mostra como será a listagem de todas as obras da nuvem cuja área o utilizador está inserido. E à direita o ecrã para visualizar uma obra na íntegra.

 

Depois de conversarmos com os professores chegou-se à conclusão que os dispositivos móveis mais usados são sem dúvida os telemóveis, por isso, devíamos preocupar-nos em desenhar uma interface vertical para esses dispositivos.

Assim, fez-se outros rascunhos:

 

ecrãs em telemóvel e um fluxo já desenhado.

 

os ecrãs já com o ecrã de perfil adicionado

 

o ecrã de perfil ao pormenor

 

Uma das dificuldades percebida pela equipa foi a falta de familiarização com dispositivos móveis deste género e uma das maiores dificuldades a vir a ser sentida será a falta de conhecimento das diferentes linguagens a adoptar na realização deste projecto.

Também discutiu-se a falha de precisão que o GPS tem em detectar a localização do utilizador. Porém, essa é uma questão não muito pertinente para o trabalho porque para se contornar essa dificuldade seria necessário mais tempo e mais conhecimentos. 

Fez-se download dos programas que serão necessários para trabalhar com as linguagens, no caso, será o NetBeans para Java, Dreamweaver para HTML e MySQL para base de dados.

publicado por patriciaana às 22:53